10 dicas para uma boa entrevista de emprego

10 dicas para uma boa entrevista de emprego

A entrevista de emprego é um momento chave para o seu futuro profissional. Neste artigo revelamos dez dicas que deve ter em conta para enfrentar com sucesso uma entrevista de emprego.

Sugerimos que você procure uma empresa de recolocação profissional para que eles te auxiliem mais ainda de como se comportar em uma entrevista de emprego

Dicas para uma entrevista de emprego

1. Atualize e complete seu perfil do Linkedin

Linkedin, a rede social profissional por excelência, é a nossa vitrine pública. E uma das primeiras ações que o recrutador da empresa que te liga vai fazer é te procurar no Linkedin. Certifique-se de que seu perfil esteja completo, atualizado e ativo na plataforma. Dê destaque aos empregos e habilidades que melhor se adequam ao cargo para o qual você foi chamado.

2. Deveres antes da entrevista de emprego

Antes de ir ao seu compromisso de trabalho, é crucial que você faça alguns trabalhos de casa preliminares. Conheça a empresa (navegue em seu site e canais sociais), o que é e faz, seus valores e seu propósito. Conheça as novidades que lançou, notícias na mídia para ver quais são seus planos futuros, seus pontos críticos, etc. Mas não apenas sobre a empresa, é recomendável que você obtenha todas as informações possíveis sobre o cargo e a pessoa que vai entrevistá-lo.

Veja também: O que fazer numa entrevista de emprego

3. Informe-se sobre o tipo de entrevista

Uma entrevista individual direcionada, onde o entrevistador faz a todos os candidatos o mesmo questionário, não é igual a outra onde a entrevista acontece como uma conversa mais fluida. Tampoco es igual si a lo que te convocan es a una entrevista grupal donde los candidatos tienen que resolver una situación donde el entrevistador seleccionador se fija en aspectos como la capacidad de trabajo en equipo, liderazgo, la comunicación, la relación interpersonal y las habilidades de cada um.

4. Se a entrevista for online, cuide do meio ambiente

  • Desde a pandemia, as videochamadas se espalharam no mundo pessoal e no trabalho. Também para entrevistas de emprego.
  • Considere o local da entrevista: certifique-se de que o espaço esteja livre de distrações, reflita um ambiente adequado e contenha uma sensação natural, porém neutra e profissional. O que você mostra sobre você (e sua casa), diz muito. Evite fundos virtuais.
  • Verifique sua conexão de internet e equipamentos com antecedência para evitar problemas técnicos devido à conexão de rede fraca, interferência. Peça a plataforma na qual a entrevista será realizada (Zoom, TEAMS, Google Meet…) e baixe-a primeiro para instalá-la e testar se tudo funciona bem.
  • Vista-se da mesma forma que usaria para uma entrevista pessoal.
  • Manter conexão visual com o entrevistado para mostrar atenção e interesse. A linguagem não verbal (corporal) conta o mesmo que uma entrevista cara a cara, mas se desta vez o entrevistado não conseguir ver aquele tique nervoso da perna debaixo da mesa, você tem que concentrar sua comunicação verbal na expressão facial.
  •  Seja discreto ao ler suas anotações ou anotações. não pareça distraído

5. Prepare um discurso “promocional” de no máximo 1-2 minutos

O ‘elevator pitch’ é bem conhecido no mundo empresarial porque é aquele breve, muito breve tempo em que uma empresa startup tem a oportunidade de se vender e convencer um investidor do seu projeto. Bem, você também precisará dele no início da entrevista. Lembre-se que quem te entrevista já tem seu currículo, então foque em um discurso que tenha um gancho e sintetize quem você é como profissional ; quais são suas maiores conquistas e sucessos e quais são seus objetivos.

Tente se destacar nos primeiros minutos da entrevista. Na maioria das vezes, as decisões sobre os candidatos são tomadas nos primeiros quinze minutos da entrevista.

6. Evite críticas ao seu trabalho anterior

Você tem que explicar a mudança de emprego com argumentos positivos. Falar mal de ex-colegas ou empregadores pode fazer seu entrevistador pensar que chegará o dia em que você também falará mal dessa empresa.

7. Crie sua própria narrativa

Depois de fazer o pitch inicial, você provavelmente terá que se aprofundar e contar sobre sua carreira profissional. Ao contar, faça-o em ordem cronológica, destacando suas principais conquistas (todos os dados específicos que você fornece ajudam) e de forma divertida. Use a técnica de contar histórias e insira mais algumas informações pessoais. Mostre paixão pelo que sabe fazer.

8. Não subestime o entrevistador nem o trate com confiança excessiva

Sim, na entrevista eles vão te perguntar e você tem que falar. Mas também é importante ouvir e não ser insistente. E lembre-se de que não importa o quanto ele sorria para você e seja amigável, essa pessoa não conhece você nem é seu amigo. Evite excesso de confiança de sua parte.

Enquanto você fala, tente também prestar atenção ao seu entrevistado e como ele responde corporalmente. Ele irá ajudá-lo a detectar se você está no caminho certo ou se você deve corrigir sua abordagem em tempo real.

9. Seja direto em suas respostas e prepare as perguntas mais exigentes

Não faça rodeios e tente responder direta e honestamente ao que é perguntado. Com tato e inteligência você pode dizer muitas coisas, mas ser sempre politicamente correto não te ajuda a se posicionar.

Perguntas mais difíceis e comprometedoras certamente surgirão e você precisará responder diplomaticamente, mas também honestamente. É melhor preparar essa situação com antecedência, fazendo uma bateria de perguntas como quais são seus pontos fracos, por que você mudou de emprego tantas vezes nos últimos 5 anos, por que foi demitido etc.

E ao se deparar com questões pessoais como religião, política, sexualidade ou se vai ou não ter filhos, você pode dizer que “não acha que essas questões sejam relevantes para sua formação profissional para o trabalho”.

10. Aborde a entrevista como se não precisasse do emprego.

Lemos este conselho e gostamos. Quando o sentimento de desespero do candidato aparece, é terrível para o processo e é provável que você seja dispensado ou, pelo menos, colocado em uma posição de fraqueza. Se você seguir este conselho, ficará muito mais calmo e passará uma imagem de segurança e confiança em si mesmo. E lembre-se que você também está avaliando e escolhendo a empresa. Portanto, não tenha medo de descartar processos se eles não se adequarem aos seus valores, objetivos e modo de ser.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.