Mês: maio 2021

5 dicas e conselhos para ser uma empresa sustentável

Ser uma empresa sustentável , mais do que uma reivindicação publicitária, é uma meta séria e muito ambiciosa. Já explicamos em um artigo os tipos de sustentabilidade que existem e ficou bem claro que sustentabilidade é um conceito amplo e complexo, embora normalmente seja usado de forma muito leve.

Uma verdadeira estratégia de sustentabilidade empresarial deve ser coerente e consistente. No entanto, não vamos entrar em pânico! Muitas empresas têm demonstrado que implementar esse tipo de plano é perfeitamente compatível com a obtenção de alta lucratividade.

Neste artigo queremos contar tudo o que você precisa saber para inserir a sustentabilidade no DNA da sua empresa.

Características de uma empresa sustentável

O que significa para uma empresa ser sustentável? É verdade que a resposta tem muito a ver com responsabilidade ambiental e corporativa, mas não é a mesma. São conceitos diferentes e interligados, mas a sustentabilidade vai além.

Quais são os benefícios de uma empresa sustentável? Bem, a verdade é que eles são muito numerosos. Às vezes, cometemos o erro de pensar que uma empresa que defende a sustentabilidade será, portanto, menos lucrativa. Não deve ser visto, longe disso, como um voto de pobreza. Afinal, somos empresas, e negar a busca pela lucratividade seria um absurdo.

Como ser uma empresa sustentável? 5 dicas básicas

Vamos dar 5 dicas práticas para que você saiba como fazer uma empresa sustentável e sustentável.

1) Escolha bem seus colaboradores

Selecionar bem os fornecedores e demais colaboradores com quem vamos trabalhar é fundamental. O fato de estes também possuírem os valores de uma empresa sustentável nos ajudará a alcançar a coerência e nos dará muita inspiração.

Existem redes como a Economia Social e Solidária ou a Economia do Bem Comum que já se pretendem uma alternativa real e em larga escala.

2) Gerenciar seus recursos

Se a sua empresa fabrica e comercializa mercadorias, deve zelar pela qualidade das suas matérias-primas : condições de produção, condições de transporte, gestão dos materiais quando se transformam em resíduos …

É importante também ter certeza de que, na produção anterior processos, foram-lhes garantidas condições de trabalho dignas Caso não seja possível comprar os materiais em sua localidade, uma opção é recorrer ao comércio justo.

E se você considerar a incorporação dos princípios do design sustentável em seu negócio?

Outro aspecto a ter em conta é que, embora quando falamos em ‘recursos’ tendamos a pensar em materiais, não podemos ignorar os recursos energéticos. Se a sua empresa é prestadora de serviços, também pode gerir os seus recursos de forma sustentável poupando energia: desligue equipamentos que não estão a ser utilizados, aproveite a luz solar, faça uso responsável do ar condicionado ou do aquecimento …

Outros recursos para gerir são embalagens e recursos humanos e monetários. Lembre-se de que cuidar de seus funcionários e não tomar empréstimos excessivos também é sustentabilidade.

3) … E também o seu lixo

Em primeiro lugar, você deve lembrar que seguir a regra 7R é essencial porque, sem seguir o ponto 2, acertar no ponto 3 vai ser complicado.

Não nos cansaremos de dizê-lo: o melhor resíduo é aquele que não é gerado!

Se é inevitável gerar lixo em seu modelo de negócio, você terá que se esforçar para aprender a administrar o lixo de maneira adequada. Você já sabe que, dependendo da natureza da sua empresa e do tipo de resíduo que ela gera, terá que seguir um protocolo diferente.

4) Faça educação ambiental

Treinar nossos funcionários para integrar os valores de uma empresa sustentável em seu comportamento diário é um ponto muito importante.

Se você está implementando o teletrabalho, é provável que seja muito mais complicado, pois não podemos entrar em suas vidas privadas. No entanto, podemos organizar treinamentos ambientais de vez em quando que os sirvam para o seu desenvolvimento profissional, mas também pessoal.

5) Rastreie sua pegada de carbono

Mais e mais tipos de organizações começaram a fazer um registro da pegada de carbono .

O que você pode fazer é escolher um ano base, escolher uma calculadora e fazer de uma forma mais amadora. Nesses casos, o mais normal é começar a medir a pegada em uma área específica, como viagens de negócios.

A ideia seria coletar informações sobre todas as viagens realizadas no ano base (meio de transporte, km percorridos etc.) e tentar reduzir as emissões a partir dessa referência. Algumas das ações a serem realizadas seriam compartilhar um carro, escolher um meio de transporte mais limpo, aproveitar mais as viagens ou fazer um formato online quando viajar não for imprescindível.

Outra opção é terceirizar o cálculo da pegada de carbono e ter uma consultoria ambiental como a nossa para fazer isso.

Dicas extras para empresas sustentáveis

Caso nosso conselho o tenha ajudado a trabalhar, damos essas 5 últimas dicas para que você possa seguir em frente em seu caminho para um negócio sustentável.

  • Menos folhetos e mais Internet. Se você precisa anunciar algo, aproveite o potencial das mídias sociais. Vai ter mais impacto e você vai mandar menos lixo para o planeta. Claro, também estamos cientes do gasto de energia que fazemos.
  • Obtenha um certificado de empresa sustentável. Ter uma certificação será o que fará a diferença para que seus clientes saibam que você é sério e que o seu não é greenwashing .
  • Use garrafas de vidro e água da torneira. Muitas vezes, um gesto tão simples pode economizar enormes custos ambientais e monetários.
  • Elimine o ‘uso único’ em geral. Você pode aplicar isso mudando para embalagens sustentáveis ou adquirindo embalagens compostáveis ​​para eventos de sua empresa.
  • Use o senso comum. Não é tão difícil: não endivide sua empresa ou o planeta e tudo correrá bem.

Esperamos ter ajudado você a internalizar os fundamentos de uma empresa responsável e sustentável e inspirado você a seguir em frente. Que tal desenvolver um plano de sustentabilidade sob medida para sua empresa? Se precisar de ajuda, você sabe onde estamos.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Saiba quais alimentos são prejudiciais para seus dentes

Saiba quais alimentos são prejudiciais para seus dentes

Saiba quais alimentos são prejudiciais para seus dentes

O excesso pode ser prejudicial em muitos casos e, quando se trata de alimentos que prejudicam os dentes, isso acaba acarretando em diversos problemas. Assim, pode refletir tanto para as condições da arcada dentária quanto para toda a saúde, de uma forma geral.

A manutenção de um cardápio variado, com frutas, legumes, carnes e vegetais no prato, e bebidas saudáveis no copo, pode garantir às pessoas uma qualidade de vida plena e maior longevidade. 

Ainda assim, é preciso tomar cuidado com alguns ingredientes, mesmo naturais, que devem ser evitados, ao menos em excesso. 

Dessa forma, a saúde bucal não é prejudicada, nem mesmo outros organismos do corpo, que podem se transformar em grandes vilões de uma vida saudável.

Inclusive, um dos grandes problemas em manter uma dieta errática está no surgimento de diversos problemas a partir dos dentes. Muitos alimentos causam males que podem se tornar irreversíveis caso não tenha um tratamento adequado, sendo os mais comuns:

  • Cáries;
  • Manchas;
  • Trincas;
  • Erosões dentárias.

Pensando nisso, o profissional da área de odontologia pode indicar os alimentos que podem ser prejudiciais, os problemas com excessos e as vantagens em manter uma dieta devidamente regulada. 

Açúcar provoca cáries e obesidade

Adoçar os alimentos é uma atitude natural das pessoas, e o açúcar faz parte dos ingredientes que estão à disposição. Dentro da rotina social, o cafezinho adoçado vai bem desde o café da manhã até depois de uma refeição.

Contudo, ao aparecer uma dor de dente, o açúcar pode ser o culpado, pois ele está entre os maiores causadores de cáries. Então, é bom contar com um plano odontologico e ter sempre um profissional qualificado para o atendimento.

Ademais, as pessoas que não conseguem ficar longe do açúcar podem tomar alguns cuidados, como evitar o excesso na hora da sobremesa. 

A escovação dos dentes após as refeições também é uma solução eficiente, como na maioria das vezes que se trata de saúde bucal.

Sobre o cafezinho, há produtos que podem fazer parte do dia a dia, seja em casa, na padaria ou no restaurante. Há dois tipos de açúcar que podem ser incorporados na dieta: mascavo e demerara, ou então adoçante de uma planta stevia ou à base de sucralose.

Alimentos ácidos causam desgaste nos dentes

O mercado possui alimentos ácidos entre frutas como laranja, limão e mexerica. As conservas em vinagre também estão à disposição que, se consumidas em excesso, podem prejudicar seriamente as características dos dentes.

Inclusive, quando um paciente faz uma visita ao dentista utilizando o convenio odontologico, pode descobrir que o desgaste pode ter sido causado por causa da acidez desses alimentos. 

No caso das conservas, os pepinos e cenouras podem ser causadores de trincas ou dentes quebrados. Por isso, é preciso tomar cuidado na hora que for consumir esse tipo de produto.

Os dentistas recomendam que as frutas ácidas sejam sempre consumidas em forma de suco, ou se for ao natural, que seja junto com um copo de água ao final, principalmente para evitar resquícios na boca. 

Refrigerantes precisam ser evitados 

Os produtos industrializados são fabricados com excesso de açúcar, sendo assim, não há um profissional de convenio odontologico empresarial que aprove o consumo exagerado por crianças, adolescentes, adultos e idosos. 

Porém, mesmo assim, eles continuam sendo os favoritos na rotina, então, é preciso reforçar a higienização bucal sempre após a ingestão da bebida. Um bochecho com água, ou mesmo a escovação pode ajudar na redução da acidez e açúcar presentes no refrigerante. 

Pessoas que querem evitar o refrigerante, podem produzir uma bebida mais saudável. Basta utilizar água com gás e suco de uva integral. Equilibrando de maneira devida os ingredientes, sem adição de açúcar.

Dessa forma, os consumidores só vão precisar usar o plano dental coletivo empresarial quando for realmente preciso, pois todos os cuidados serão tomados.

É preciso focar em alimentos saudáveis

O equilíbrio é essencial quando se trata de alimentação, pois o consumo de vitaminas e nutrientes fornece energia para o corpo. Inclusive, muitas vitaminas funcionam para aumentar a imunidade contra vírus e bactérias.

Além disso, o uso de ingredientes saudáveis mantém o aspecto sadio, como a pele livre de cravos e espinhas. O sorriso também fica mais bonito, livre de cáries e outros problemas que podem surgir se houver excesso de alimentos prejudiciais à saúde. 

Tendo um plano odonto empresarial à disposição, as pessoas podem ficar tranquilas pois serão sempre atendidas, afinal,  ter dor de dente não é agradável. Ademais, a visita ao dentista regularmente é sempre bem-vinda.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Leia também: 6 alimentos que realmente precisam ficar na geladeira.

Como você escolhe o tênis de corrida certo?

Um tênis de corrida de boa qualidade, que absorva o impacto e proteja os pés confortavelmente: isso é muito importante para os corredores.

Quer você seja um iniciante ou um corredor experiente, é essencial reservar um tempo para fazer compras para encontrar o tênis de corrida certo. Escolher o modelo certo de calçado esportivo é a chave para evitar lesões.

Aqui estão algumas dicas a serem consideradas para ajudá-lo a fazer a escolha certa.

Confira agora os Melhores Tênis Nike Air Max do Mercado

Dicas para escolher o tênis de corrida certo

Tamanho do tênis de corrida

Tenha cuidado para não escolher um modelo de calçado desportivo muito apertado para o seu pé.

Não selecione um calçado muito grande, caso contrário, você obterá bolhas ao correr.

Lembre-se de que, durante a corrida, seu pé incha e tende a crescer vários milímetros. Se o seu pé tocar a ponta do sapato, você pode danificar as unhas dos pés.

Portanto, certifique-se de selecionar o tamanho certo: nem muito grande nem muito estreito.

Peso x o estilo do tênis de corrida

Com base em um determinado peso, é importante escolher diferentes modelos de calçados. Na verdade, o choque que seu pé suporta durante a corrida varia de acordo com seu peso. Portanto, o calçado deve ser capaz de absorver o impacto gerado.

Se você pesa mais de 175 libras, é recomendável escolher um calçado com mais amortecimento no calcanhar e antepé. Seu IMC (Índice de Massa Corporal) é um bom indicador do modelo a ser escolhido. Em alguns casos, se um corredor for muito obeso, às vezes é recomendado selecionar outra opção diferente de correr para começar a voltar à forma.

Não hesite em pedir conselhos a um podólogo sobre o tipo de modelo mais adequado para você.

Escolha tênis de corrida (e nada mais)

O melhor tênis de proteção para corredores é sempre um tênis de corrida.

Para evitar lesões, é importante escolher calçados projetados especificamente para corrida e não para várias outras atividades. Portanto, calçados poliesportivos não são recomendados para corredores. Eles não têm uma resistência ao impacto tão boa quanto um calçado projetado exclusivamente para corrida.  

Opte pelo conforto dos pés

Um bom tênis de proteção para corrida também deve ser confortável para os pés.

Esqueça a marca ou o estilo do sapato. O critério mais essencial deve ser o conforto dos pés. Isso garantirá que você se sinta confortável, minimizará o risco de lesões e desenvolverá hábitos de corrida adequados.

Uma dica rápida: experimente o calçado com um par de meias que normalmente usa para correr. Se você se sente confortável, provavelmente escolheu um bom modelo de tênis para correr.

Seu podólogo pode ajudá-lo a escolher o tênis de corrida certo

Obtenha os melhores conselhos ao escolher seus tênis de corrida. Independentemente do seu nível de saúde ou experiência de corrida, o seu podólogo é o especialista ideal para fornecer conselhos adequados ao comprar sapatos.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.