Categoria: Carreira

Como criar um ambiente de trabalho “feliz”

‘Ambiente de trabalho’ é provavelmente o assunto mais comentado quando se trata de desenvolvimento de funcionários. Mas os cenários atuais de trabalho não parecem se importar muito com o fator de felicidade de seu local de trabalho.

Sentimos que é essencial criar um ambiente de trabalho que seja gratificante e que incentive os funcionários a se relacionarem melhor no trabalho. Isso pode funcionar como mágica quando se trata de expandir seus negócios e torná-los mais lucrativos.

Portanto, neste post, vamos nos aprofundar no que torna um ambiente de trabalho mais feliz e o que os líderes atuais devem fazer para garantir que sua equipe tenha o melhor ambiente de trabalho de todos os tempos.

O que significa felicidade no trabalho?

A felicidade no local de trabalho deve ser definida levando-se em consideração a sensação geral de prazer no trabalho, a capacidade da equipe de lidar com contratempos com elegância, conectando-se com todos de forma amigável e, finalmente, que seu trabalho não importa apenas para você, mas também para a organização.

A felicidade no trabalho pode estar ligada a todos os resultados desejáveis ​​que os empregados, empregador, local de trabalho e toda a organização esperam. Pode-se vincular o sentimento de felicidade a ser saudável e tornar-se mais criativo e eficiente na resolução de problemas; produzindo mais com menos e inovando até o topo da carreira.

Mas, e quando as mesmas pessoas “felizes” no trabalho enfrentam contratempos?

Bem, diante da adversidade, essas pessoas tendem a ver o quadro maior e têm uma baixa inclinação para o estresse. Eles têm melhores habilidades de enfrentamento e podem se recuperar de condições adversas com facilidade. Além disso, a felicidade no trabalho também pode resultar em pessoas cada vez melhores na resolução de conflitos internos e externos.

Além disso, quando você trabalha para tornar seu local de trabalho um lugar feliz, indiretamente está tornando as pessoas mais felizes e agradáveis. Eles se tornarão mais confiáveis ​​e merecedores de funções melhores à medida que desenvolverem qualidades de liderança neles. Agora que vimos o que significa felicidade no trabalho e o que ela traz consigo, é importante saber como lidar com toda essa coisa de ‘felicidade’ sem bagunçar seu local de trabalho.

Como trabalhar em prol da felicidade no trabalho?

Bem, não há uma resposta simples para essa pergunta. Mas, se você estudar diferentes locais de trabalho e tentar igualar os resultados, alguns pilares fundamentais para a felicidade no trabalho emergirão.

Vamos discuti-los, certo?

1. Propósito

Quando você fala sobre os valores essenciais de um funcionário, ‘propósito‘ tende a ser um grande reflexo daquilo a que eles dão mais importância.

Portanto, é importante alinhar seus comportamentos e decisões diárias com seus valores essenciais. Isso geralmente leva a fazer com que as pessoas no trabalho se sintam mais decididas.

2. Engajamento

Em geral, as pessoas gostam de trabalhar quando sentem que estão sendo envolvidas nas decisões da organização.

Para aumentar o engajamento no trabalho, os líderes devem priorizar a diversão, o humor, a criatividade e a diversão no trabalho. Além disso, dar às pessoas mais controle sobre o que farão diariamente, cronogramas, tarefas, desenvolvimento pessoal e muito mais pode melhorar significativamente seu engajamento, pois agora elas sentem que têm controle sobre seu trabalho no local de trabalho.

Por último, é importante que os líderes trabalhem para criar agendas menos agitadas e um espaço de trabalho mais envolvente ao fluxo de trabalho.

3. Resiliência

A felicidade geral no trabalho, como mencionado anteriormente, tem muito a ver com a capacidade das pessoas de enfrentar e aprender com contratempos, fracassos e decepções. Resiliência não significa trabalhar de forma a evitar contratempos e dificuldades. Significa criar melhores maneiras de superar desafios e tornar o local de trabalho um autêntico espírito de luta.

Uma maneira de implementar essas mudanças inovadoras em seu local de trabalho é encorajar as pessoas a se tornarem cada vez mais atentas para superar os hábitos aprendidos de autocrítica ou jogar o jogo da culpa, ou sentir-se desapontado ao pensar nos reveses e contrariedades do passado.

Esses hábitos podem tornar muito difícil para as pessoas trabalharem em equipe. Portanto, é importante inserir a atenção plena no ambiente de trabalho.

4. Bondade

A maioria das pessoas passa quase 40% da vida trabalhando.

Para fazer do local de trabalho sua “segunda casa” no mais verdadeiro sentido, é importante fazer com que as pessoas orientem seus pensamentos e ações no sentido de cuidar de seus colegas.

Ser gentil com todos ao seu redor fará com que seus funcionários desenvolvam dignidade e respeito. Não apenas a gentileza, as pessoas no trabalho devem praticar a empatia, a compaixão e a gratidão para tornar seu ambiente de trabalho e relacionamentos confiáveis.

Isso resultará em mais comprometimento e produtividade por parte dos funcionários e certamente tornará seu local de trabalho um lugar essencialmente mais feliz para se estar.

 

Benefícios de um local de trabalho feliz

Confira abaixo alguns dos benefícios que a felicidade pode trazer para a sua empresa

1. Desenvolvimento de funcionários

Cada ação e decisão tomada pelos líderes em um local de trabalho deve ser voltada para a melhoria e desenvolvimento de seus funcionários e local de trabalho.

Um local de trabalho mais feliz é aquele que está totalmente comprometido com o desenvolvimento das relações entre funcionários e administradores. Não há maneira certa de acertar, a não ser experimentar planos diferentes, fracassando, aprendendo e depois experimentando mais.

2. Flexibilidade e compreensão

A inovação e as novas ideias se desenvolvem em uma organização que oferece aos seus funcionários grande flexibilidade no trabalho.

Os funcionários ficam mais felizes quando seus supervisores lhes dão amplo espaço para cometer erros e fazer experiências com seu trabalho.

Além disso, os funcionários que consideram sua organização muito disposta a correr riscos de permitir que cometam erros, tendem a ter um grande compromisso com as metas e objetivos da empresa.

Aqui está um gráfico que o ajudará a entender o que leva os funcionários a produzir um ótimo trabalho.

Fatores que impulsionam os funcionários           Porcentagem de funcionários

Reconhecimento                                                           37%

Promoção                                                                          4%

Treinamento e desenvolvimento                             6%

Mais pagamento                                                             7%

Autonomia                                                                      12%

Líderes inspiradores                                                     12%

São automotivados e não precisam especificamente de nenhuma mudança dramática                                                                                                                                                                                       13%

Não sei                                                                              3%

Outro                                                                                  6%

3. Evitando o esgotamento do trabalho

Os líderes no trabalho devem trabalhar horas extras para desenvolver ideias e planos que possam ajudar sua equipe a sofrer menos desgaste pelo trabalho.

Não se trata apenas do número de horas que passaram no trabalho, mas também de como se sentem enquanto estão trabalhando. Eles se sentem valorizados quando dedicam tempo e esforço extras para realizar as tarefas?

Se seus funcionários não se sentirem valorizados ou tiverem dúvidas se são importantes para a empresa, eles ficarão ressentidos por gastar cada segundo extra que estiverem trabalhando em seu escritório.

4. Livrando-se de Obstáculos

O trabalho que os funcionários fazem em seu local de trabalho deve ser contínuo e sem obstáculos que atrapalhem seu fluxo e não os ajudem a atingir seu nível de produtividade.

Obstáculos em um ambiente de trabalho certamente resultam em baixa satisfação no trabalho. Os líderes e a gerência não devem esperar por entrevistas de saída para saber o que há de errado na empresa, mas devem agir proativamente para descobrir os problemas que o funcionário enfrenta ao trabalhar em sua organização.

5. Resolução de conflitos

Como todas as outras famílias do planeta, a família do seu escritório também terá conflitos que requerem atenção e reforço positivo.

Os líderes não devem presumir que um local de trabalho feliz é essencialmente um lugar sem conflitos. Os conflitos às vezes são passivos e podem se tornar dominantes em um momento muito inapropriado. Isso deve ser evitado a todo custo.

A única maneira de contornar os conflitos é garantir que a administração trabalhe de maneira construtiva – fazendo com que os funcionários se sintam seguros ao compartilhar os conflitos que vivenciam no trabalho.

6. Trabalho Significativo

Para cultivar um ambiente de trabalho mais feliz, os líderes precisam desenvolver programas que tornem os funcionários mais conscientes no trabalho. Isso pode ajudá-los efetivamente a vincular significado ao seu trabalho – algo que está faltando nas atuais organizações empresariais em todo o mundo.

A relação entre felicidade e significado é profunda e deve ser bem compreendida para que seus funcionários sintam que seu trabalho está proporcionando um grande significado para a organização.

Este sentimento e senso de contribuição leva a uma satisfação no trabalho altamente gratificante.

7. Sendo apreciado

Um estudo feito na Beework, um Coworking em Ribeirão Preto – SP, descobriu que assombrosos 80% dos funcionários sentem que serem apreciados e reconhecidos pelo trabalho que fazem na organização os faz sentir mais satisfeitos e cuidados.

Se os líderes desejam tornar a organização um lugar melhor para se trabalhar, eles precisam definir uma política que garanta que as pessoas que estão contribuindo para a melhoria da organização sejam reconhecidas e recompensadas regularmente.

Gostou do artigo do nosso site? Os funcionários de uma organização precisam saber que sua felicidade na empresa é importante mais do que qualquer outra coisa e você verá sua produtividade disparando.

carreira fotografia

Vale a pena ingressar na carreira de fotografia?

Você acha que vale a pena ingressar na carreira de fotografia? Embora essa seja uma profissão que atraia muitas pessoas pela paixão, existem muitas dúvidas que permeiam essa área e acabam deixando os profissionais indecisos.

Alguns exemplos dessas dúvidas são o salário, a jornada de trabalho e até mesmo o local de atuação. Por não tratar-se de uma profissão “tradicional”, ingressar na área pode, realmente, parecer um pouco assustador.

Então, para ajudar você a tomar essa decisão, preparamos um artigo completo com tudo o que você precisa saber sobre a carreira de fotografia. Dessa forma, você pode se sentir mais confortável ao mudar de profissão.

A primeira coisa que vamos tratar é como você pode dar os primeiros passos em direção ao trabalho dos seus sonhos.

Curso profissionalizante

Assim como em qualquer outra profissão, o fotógrafo também precisa estudar (e muito!). Investir em um curso de fotografia é muito importante para que você entenda como funciona o mercado de trabalho e, ao mesmo tempo, desenvolva o conhecimento técnico para tirar boas fotos.

Além da técnica, você vai conhecer melhor os equipamentos disponíveis, aprenderá a desenvolver o olhar de fotógrafo e descobrirá dicas muito importantes para que você seja bem-sucedido em sua carreira. Portanto, não desmereça o valor de um bom curso.

Felizmente, existem diversas opções dentre as quais você pode escolher. Seja online ou presencial, o importante é contar com bons instrutores para dar um passo em direção ao seu futuro.

Equipamento

Além disso, será preciso investir também no equipamento. E se você pensa que precisa de muito dinheiro para isso, vai ficar feliz em descobrir que não é bem assim.

Claro que os equipamentos para fotografia profissional não são muito baratos. Porém, ao contrário do que muitos acreditam, você não precisa ter a melhor câmera do mercado para começar a trabalhar.

Equipamento/câmera de fotografia

Muito pelo contrário. É possível investir em lentes, câmeras e até mesmo luzes mais baratas para começar a atuar na área. Então, conforme você começa a ganhar dinheiro, pode começar a trocar o seu equipamento por modelos mais caros.

É por isso que o curso é tão importante para saber se vale a pena ingressar na carreira de fotografia. Lá, você vai conhecer diferentes equipamentos e pode escolher a opção que cabe no seu bolso.

Muita prática e referências

Por último, vale lembrar que, para começar a trabalhar como fotógrafo, você vai precisar também praticar muito.

Além disso, buscar referências que funcionem para você e que possam ser incorporadas no seu estilo pessoal também é muito importante.

Pode parecer bobagem, mas esses dois passos podem ser o seu diferencial!

Vale a pena ingressar na carreira de fotógrafo?

Dito isso, vamos responder à pergunta. Afinal, ser fotógrafo realmente vale a pena?

Não há como negar que o trabalho pode ser instável. Você pode contar com meses de muitos projetos, enquanto outros serão mais parados. Porém, tudo depende de como você se mostra e da gama de clientes que conquista ao longo do tempo.

Para que você tenha uma ideia, consideramos o piso salarial de um fotógrafo como cerca de R$1.334,00. Esse pode ser o salário inicial, aumentando conforme você conquista novos clientes.

Além disso, vale a pena mencionar também que a fotografia pode ser uma verdadeira paixão. Então, se você se identifica com essa carreira e gostaria de viver com a renda das fotos que você tira, então não há dúvidas de que essa pode ser a profissão ideal para você.