COLIVING: VIVER COM ECONOMIA E SUSTENTABILIDADE

COLIVING: VIVER COM ECONOMIA E SUSTENTABILIDADE

Morar em um Coliving é para quem busca viver em um lugar economia e um estilo de vida sustentável. Além de ser um ótimo ambiente para quem gosta de compartilhar momentos em comunidade. Isso porque as moradias são bem próximas umas das outras. 

O coliving remete às vilas compartilhadas (cortiços), condomínios e repúblicas, mas existem algumas diferenças que caracterizam esse conceito. Geralmente,  são projetados e administrados por empresas especializadas em compartilhamento de moradias.

Há também grupos de pessoas ou empresas que se reúnem para alugar, comprar ou até mesmo construir colivings. Além disso, empreendimentos imobiliários estão usando como inspiração o conceito de coliving. Dessa forma criam apartamentos pequenos com áreas em comum, como cozinha, lavanderia e até mesmo coworking.

O convívio compartilhado é a chave para promover uma sociedade mais sustentável. Na década de 80 os colivings ganharam força nos EUA. Nos anos 90, o conceito de coliving chegou ao Canadá e no começo dos anos 2000 começou a fazer sucesso na Europa e Ásia.

No Brasil, o conceito de coliving começou a chamar atenção a pouco tempo por volta de 2013. Os coliving costumam ser construídos em áreas centrais e bem localizadas nas cidades, com boa mobilidade, cercado por estações de metrô.É uma ótima solução para quem quer reduzir o tempo de trajeto até o trabalho e ter mais qualidade de vida.

No Rio de Janeiro várias construtoras começaram a usar os coliving como inspiração para empreendimentos. Os bairros próximos ao centro são o foco desses projetos. Por exemplo, o lançamento Glória Del’Art Co Living, que é um condomínio pensado nesse conceito sustentável e econômico. Localizado no clássico bairro da Glória, o empreendimento fica a poucos minutos do centro. E ainda é cercado pela natureza, bem próximo a Marina da Glória.

O coliving é indicado para quem busca um estilo de vida mais econômico, além de troca de experiências e convivência em comunidade. Os jovens, são o público alvo, porém algumas  famílias também buscam viver em um ambiente como esse. Existem até mesmo colivings voltados para famílias com filhos. Nesses casos, os moradores formam uma rede de apoio que auxilia nos cuidados com as crianças.

A primeira grande vantagem de um coliving é a economia de recursos. Os empreendimentos são  construídos na maioria das vezes com materiais de baixo impacto ambiental (como placas solares e sistemas de reaproveitamento de água, por exemplo).

Os coliving são uma boa opção para uma moradia moderna. Um residencial que visa a sustentabilidade e o bom convívio em comunidade. Enfim, atende perfeitamente às demandas dinâmicas da sociedade atual. É um estilo de vida que se adaptou à contemporaneidade das grandes cidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *