Categoria: Dicas

COLIVING: VIVER COM ECONOMIA E SUSTENTABILIDADE

Morar em um Coliving é para quem busca viver em um lugar economia e um estilo de vida sustentável. Além de ser um ótimo ambiente para quem gosta de compartilhar momentos em comunidade. Isso porque as moradias são bem próximas umas das outras. 

O coliving remete às vilas compartilhadas (cortiços), condomínios e repúblicas, mas existem algumas diferenças que caracterizam esse conceito. Geralmente,  são projetados e administrados por empresas especializadas em compartilhamento de moradias.

Há também grupos de pessoas ou empresas que se reúnem para alugar, comprar ou até mesmo construir colivings. Além disso, empreendimentos imobiliários estão usando como inspiração o conceito de coliving. Dessa forma criam apartamentos pequenos com áreas em comum, como cozinha, lavanderia e até mesmo coworking.

O convívio compartilhado é a chave para promover uma sociedade mais sustentável. Na década de 80 os colivings ganharam força nos EUA. Nos anos 90, o conceito de coliving chegou ao Canadá e no começo dos anos 2000 começou a fazer sucesso na Europa e Ásia.

No Brasil, o conceito de coliving começou a chamar atenção a pouco tempo por volta de 2013. Os coliving costumam ser construídos em áreas centrais e bem localizadas nas cidades, com boa mobilidade, cercado por estações de metrô.É uma ótima solução para quem quer reduzir o tempo de trajeto até o trabalho e ter mais qualidade de vida.

No Rio de Janeiro várias construtoras começaram a usar os coliving como inspiração para empreendimentos. Os bairros próximos ao centro são o foco desses projetos. Por exemplo, o lançamento Glória Del’Art Co Living, que é um condomínio pensado nesse conceito sustentável e econômico. Localizado no clássico bairro da Glória, o empreendimento fica a poucos minutos do centro. E ainda é cercado pela natureza, bem próximo a Marina da Glória.

O coliving é indicado para quem busca um estilo de vida mais econômico, além de troca de experiências e convivência em comunidade. Os jovens, são o público alvo, porém algumas  famílias também buscam viver em um ambiente como esse. Existem até mesmo colivings voltados para famílias com filhos. Nesses casos, os moradores formam uma rede de apoio que auxilia nos cuidados com as crianças.

A primeira grande vantagem de um coliving é a economia de recursos. Os empreendimentos são  construídos na maioria das vezes com materiais de baixo impacto ambiental (como placas solares e sistemas de reaproveitamento de água, por exemplo).

Os coliving são uma boa opção para uma moradia moderna. Um residencial que visa a sustentabilidade e o bom convívio em comunidade. Enfim, atende perfeitamente às demandas dinâmicas da sociedade atual. É um estilo de vida que se adaptou à contemporaneidade das grandes cidades.

Como se tornar um consultor ambiental

Quer esteja procurando seguir uma carreira ou progredir em sua carreira em saúde ambiental e sustentabilidade, é importante pesquisar caminhos de carreira em potencial. As funções de consultor ambiental permitem que os profissionais usem sua paixão pelo meio ambiente para ajudar os clientes a adotar práticas ecologicamente corretas. Aprendendo mais sobre o que os consultores ambientais fazem e como eles se qualificam para sua função, você pode começar a tomar as medidas necessárias para se tornar um consultor ambiental.

Neste artigo, definimos consultores ambientais, revisamos suas principais responsabilidades de trabalho, descrevemos como se tornar um consultor ambiental e fornecemos informações adicionais sobre os tipos de habilidades de que eles precisam e suas expectativas de salário.

O que é um consultor ambiental?

Um consultor ambiental é um profissional experiente que usa sua compreensão das políticas ambientais, métodos de sustentabilidade e diretrizes de saúde e segurança ocupacional para fornecer soluções eficazes para empresas e construtoras.

O que faz um consultor ambiental?

Os consultores ambientais realizam uma variedade de tarefas para garantir que as empresas mantenham práticas sustentáveis. Aqui estão alguns exemplos de responsabilidades do consultor ambiental:

  • Reúna-se com os clientes para determinar suas necessidades.
  • Faça tours em locais de trabalho, canteiros de obras, usinas de energia ou fábricas para avaliar as condições de trabalho e os fatores ambientais.
  • Faça recomendações sobre projetos de construção com base em riscos potenciais para o meio ambiente.
  • Revise os relatórios de impacto ambiental para auxiliar na tomada de decisões.
  • Ajude os clientes a obter licenças ambientais para que possam conduzir projetos de construção dentro das diretrizes.
  • Auxiliar os clientes a reagir a incidentes ambientais, como derramamentos de contaminação e outras situações que exigem projetos de limpeza.
  • Mantenha comunicações frequentes com clientes anteriores para fornecer orientação adicional quando necessário.
  • Supervisione uma equipe de funcionários que o cliente designa para os esforços ambientais em sua empresa.
  • Leia relatórios científicos e estudos ambientais para aprimorar seu conhecimento sobre os ecossistemas locais, práticas ambientais e tecnologias disponíveis.

Como se tornar um consultor ambiental

Ao examinar as opções, desafios e recompensas dessa carreira, comece revisando as seguintes etapas para se tornar um consultor ambiental:

1. Ganhe um diploma de bacharel

Os consultores ambientais em potencial devem seguir um programa de graduação de quatro anos em um assunto relacionado, como ciência ambiental, ecologia, geologia, engenharia ambiental ou conservação.

2. Estágios completos em consultoria ambiental

Durante ou após sua formação universitária, aprimore suas experiências profissionais e conhecimento do setor com pelo menos um estágio. Um estágio pode significar ajudar um consultor ambiental com pesquisas, trabalhar para uma organização sem fins lucrativos ou agência governamental ou qualquer outra profissão relacionada. 

Fale com os professores da faculdade para ver se eles sabem de alguma oportunidade ou conecte-se com profissionais por meio de plataformas de networking para encontrar estágios. Os estágios também servem como oportunidades de networking e o ajudarão a iniciar o seu currículo.

3. Considere fazer um mestrado

Embora um consultor ambiental não precise tecnicamente de um mestrado, fazer um o ajudará a se especializar em uma área específica. Alguns programas de mestrado que se aplicam à profissão de consultor ambiental incluem ciências ambientais, saúde ambiental, gestão ambiental, sustentabilidade e gestão de energia.

4. Ganhe alguns anos de experiência de trabalho em uma posição relacionada

Ter experiências profissionais relevantes permite que você obtenha informações valiosas que você pode usar ao longo de sua carreira como consultor ambiental. Algumas posições potenciais de pré-requisito para consultores ambientais incluem cientistas ambientais, pesquisadores de conservação, especialistas em plantas de tratamento de água, auditores de energia ou técnicos ambientais.

5. Obtenha uma ou mais certificações ambientais

Embora não seja obrigatório, obter certificações em gestão ambiental e áreas relacionadas proporcionará conhecimento especializado e tornará suas qualificações mais atraentes para aqueles que estão considerando contratá-lo para seus serviços.

6. Determine o tipo de ambiente de trabalho em que deseja trabalhar como consultor ambiental

Os consultores ambientais podem trabalhar em uma ampla variedade de condições, talvez para uma empresa de consultoria, organizações sem fins lucrativos, agência governamental ou escritório de advocacia ambiental, para citar alguns. Um consultor ambiental também pode permanecer totalmente autônomo. Essas são considerações a serem levadas em consideração em sua busca de emprego, se uma configuração for mais atraente para você do que a outra, ou se você preferir se concentrar em iniciar seu próprio negócio.

Habilidades de consultor ambiental

Os consultores ambientais precisam de uma combinação de habilidades interpessoais e técnicas para ter sucesso em suas funções. Aqui estão alguns exemplos de habilidades para consultores ambientais e como eles as usam em seu ambiente de trabalho diário:

  • Gerenciamento de projetos: o gerenciamento de projetos inclui todas as tarefas conectadas envolvidas na supervisão de um projeto até a conclusão, o que é particularmente importante no caso de projetos de construção verde, avaliações ambientais e implementação de mudanças no local de trabalho.
  • Comunicação interpessoal: a comunicação interpessoal é o processo pelo qual um indivíduo pode ajustar suas táticas de comunicação para ajudar na compreensão dos outros e formar relacionamentos fortes. Como consultor ambiental, você precisa ser capaz de falar com proprietários de empresas e outros profissionais que têm pouco conhecimento de políticas e terminologia ambiental. Isso ajuda a garantir que seus clientes desenvolvam sua própria compreensão de segurança ambiental e práticas inteligentes para manter seus esforços de negócios.
  • Comunicação escrita: a comunicação escrita é a capacidade de um indivíduo de escrever mensagens claras e concisas sem erros. Os consultores ambientais escrevem uma variedade de documentos, incluindo e-mail, apresentações em PowerPoint, apelações de licença, contratos de clientes, relatórios ambientais e outros itens de importância.
  • Falar em público: as habilidades de falar em público ajudam os indivíduos a fazer apresentações eficazes para transmitir informações ou persuadir o público. No papel de um consultor ambiental, eles podem precisar fazer apresentações ao se anunciarem para clientes, apelando para agências governamentais locais ou propondo ideias aos clientes atuais sobre como garantir a conformidade ambiental.
  • Atenção aos detalhes: atenção aos detalhes é quando os indivíduos podem identificar detalhes importantes que, de outra forma, passariam despercebidos. Como consultor ambiental, você pode ter que pesquisar um local de construção e investigar os fatores ambientais nos quais o projeto pode interferir. Da mesma forma, você também precisa ser capaz de identificar práticas ambientais inseguras em edifícios ou fábricas existentes para garantir que sejam corrigidas.
  • Gerenciamento de tempo: gerenciamento de tempo refere-se à capacidade de dedicar a quantidade certa de tempo a diferentes projetos ou tarefas diárias. Também se refere à capacidade de alguém de concluir várias tarefas simultaneamente. Os consultores ambientais podem ter vários clientes para trabalhar ao mesmo tempo, o que significa que eles precisam saber como dividir igualmente seu tempo entre seus clientes. Mesmo que tenham um cliente para trabalhar, os consultores ambientais ainda precisam ser capazes de manter o projeto em andamento, administrando seu tempo com sabedoria.
  • Resolução de problemas: as habilidades de resolução de problemas permitem que os indivíduos identifiquem os problemas e desenvolvam um conjunto de etapas para alcançar as soluções. Alguns clientes entram em contato com consultores ambientais após incidentes ambientais envolvendo seus negócios ou instalações fabris. Por causa disso, os consultores ambientais precisam ter a capacidade de resolver problemas, mantendo uma perspectiva positiva.
  • Táticas de negociação: as táticas de negociação ajudam os indivíduos a defender suas necessidades e persuadir a parte contrária a concordar com seus termos, ou pelo menos fornecer uma alternativa que funcione para ambas as partes. Os consultores ambientais precisam ajudar seus clientes a negociar o licenciamento e os termos da licença com as agências locais para que possam construir ou conduzir negócios em um terreno específico.

O que gato pode comer? Melhores alimentos

O que gato pode comer?

Mesmo que os gatinhos não tenham a marca registrada da gula canina, eles ainda podem adorar certos alimentos. Porém, nesse momento, a pergunta sempre permanece: além de ração, petisco de gato e lanches específicos, que tipo de alimento seu gato pode comer? Se o seu gatinho não tem problemas de saúde, pode oferecer-lhe frutas, vegetais e proteínas de vez em quando. Mas tenha cuidado! Nem todos os alimentos podem ser consumidos por gatos. O chocolate, por exemplo, está na lista dos alimentos proibidos devido ao risco de envenenar seu animal de estimação.

Escolha sempre alimentos frescos, bem lavados e de preferência cozinhados. Além disso, esses alimentos não podem substituir as refeições principais, devem ser oferecidos como lanches e com moderação. Se você está pensando em substituir sua ração por alimentos naturais, procure um veterinário especializado em nutrição. Somente um profissional pode indicar a necessidade, quantidade e proporção ideal.

Para ajudá-lo, listamos alguns alimentos que os gatos podem comer. Venha e descubra!

Frutas que os gatos podem comer

As frutas podem ser oferecidas a um gatinho sem problemas se forem consumidas em pequenas quantidades. Mas nem todos são permitidos! Alguns desses alimentos podem conter grandes quantidades de açúcar e outras substâncias prejudiciais à saúde dos gatos. Sementes e cascas também devem ser monitoradas – essas partes devem ser removidas antes de oferecê-las aos gatinhos. Aqui estão algumas frutas permitidas:

  • Melancia: Rica em minerais e vitaminas A e C, a melancia é uma ótima opção para manter os gatinhos hidratados nos dias mais quentes. A fruta também aumenta a imunidade;
  • Melão: Assim como a melancia, o melão é altamente hidratante. É rico em vitaminas C e B6, potássio e fibras. Sementes e cascas devem ser descartadas;
  • Morangos: um potente antioxidante, os morangos aumentam o sistema imunológico e são antiinflamatórios. A fruta também é rica em vitaminas A, B e C;
  • Maçã: uma fonte de vitaminas B, C e E, as maçãs são ricas em fibras e componentes que previnem certas doenças. Antes de dar a um gatinho, retire o caule e as sementes: essas partes contêm uma substância chamada ácido cianídrico, que pode ser tóxica para os animais;
  • Pêra: Rica em fibras e vitaminas A, B e C, a pêra previne o diabetes e melhora o funcionamento do intestino. Como uma maçã, deve ser oferecida sem sementes e sem caule.

Posso dar ovo para o meu gato? Confira os alimentos ricos em proteínas para felinos.

Os ovos de galinha são um dos alimentos mais consumidos no mundo pelas pessoas, sejam eles cozidos, fritos ou preparados de acordo com receitas diversas. E isso não é surpreendente: o ovo é muito saudável e é uma fonte muito rica em proteínas magras. Em outras palavras, quase não tem carboidratos e tem um mínimo de gordura. E os gatos? Sim, um gato pode comer ovos, e isso é muito útil para eles. Os macronutrientes presentes na comida podem ser um suplemento à dieta do seu gatinho.

Como os gatinhos são carnívoros, eles precisam de uma dieta rica em proteínas. Alimentos de qualidade proporcionarão a quantidade ideal para um estilo de vida saudável. No entanto, você pode oferecer guloseimas ao seu gato. Além dos ovos, observe outros alimentos ricos em proteínas permitidos:

  • Queijo: a maioria dos gatos adora queijo e pode comê-lo com moderação, se não estiver acima do peso. Escolha queijos mais macios e com menos sal, como a ricota, e sirva de lanche para mantê-los satisfeitos. Cremes de queijo também podem ser dados de vez em quando;
  • Iogurte desnatado: sinta-se à vontade para alimentar o seu gatinho com o que sobrar do pote. Eles amam o sabor amargo da comida. Idealmente, deve ser iogurte desnatado, que tem uma concentração menor de gordura e açúcar;
  • Atum: os gatos adoram este peixe, mas não distribua o atum em lata que encontramos nos supermercados. Algumas das substâncias do frasco podem envenenar o animal. O ideal é servir peixes frescos, desossados, levemente cozidos.

Posso dar vegetais para o meu gato?

A resposta é SIM! Você pode dar comidas naturais para o seu gato, além de muito gostosas, elas oferecem diversos benefícios, como podemos ver nesse outro artigo, clicando aqui. Segue alguns vegetais que seu gatinho pode comer e vai amar:

  • Batata-doce: rica em vitaminas A, B e C, a batata-doce ajuda a fortalecer os dentes e as gengivas e a prevenir doenças respiratórias. Ofereça-o fervido em água ou no vapor;
  • Cenouras: cenouras levemente fritas em água são o lanche perfeito para o seu gatinho. As leguminosas, ricas em fibras e vitaminas A, C e K, ajudam a manter uma pelagem saudável e a melhorar o metabolismo dos nutrientes;
  • Abóbora: uma fonte de fibra e proteína, a abóbora ajuda a melhorar a função intestinal dos felinos. Deve ser oferecido sempre cozido, sem cascas e sem sementes;
  • Alface: uma boa fonte de hidratação e é rica em ferro, cálcio, antioxidantes e vitamina A. É boa para os ossos e ajuda a melhorar o funcionamento do intestino. Os alimentos podem ser oferecidos crus, mas devem ser bem lavados;
  • Ervilhas: As ervilhas são ricas em magnésio e proteínas, são fáceis de digerir e podem ajudar o seu gatinho. Sempre ofereça comida cozida;
  • Brócolis: Um poderoso antioxidante e fonte de vitaminas A, B1, B2, B6 e C, o brócolis é amado pelos animais. Ele também apoia a saúde óssea, pois contém cálcio, ferro e potássio. Prepare-o antes de dar ao seu gatinho.

O que meu gato NÃO PODE COMER!

O que gato pode comer

Como os cães, muitos alimentos não podem fazer parte da dieta felina em nenhuma circunstância. O corpo dos animais de estimação é sensível a certas substâncias que são transportadas pelo homem, e seu consumo pode até matar o seu animal de estimação. Veja uma lista de alguns dos alimentos proibidos:

  • Uvas e passas
  • Cebola
  • Alho
  • Cogumelos
  • Abacate
  • Leite de vaca
  • Ossos
  • Chocolate
  • Um tomate
  • Café

Em caso de dúvida, sempre faça uma pesquisa ou converse com seu veterinário antes de alimentar seu gatinho com novos alimentos.

5 dicas para escolher um bom advogado

Certamente, em algum momento você já precisou recorrer aos serviços de um advogado, mas não sabe como escolher um. Portanto, ensinaremos a você as seguintes dicas para que você possa escolher um excelente advogado para auxiliá-lo dependendo da sua situação.

Para ter um bom profissional jurídico para nos representar em determinadas circunstâncias, é necessário que ele cumpra alguns requisitos para que possa ser considerado um bom advogado. Por ser ele quem nos representará no tribunal, por isso daremos 5 dicas a seguir.

Advogado Brasilia – Contrate os melhores advogados em Brasília agora Mesmo

5 dicas para escolher um bom advogado

1.   Recomendação ou referência de outros clientes

Na grande maioria dos casos, quando precisamos desses serviços, pedimos a amigos e familiares de confiança uma recomendação de que conheçam um bom advogado para auxiliá-los. Mas devemos levar em conta que se a pessoa que recomendou o advogado é totalmente confiável e se é especialista no assunto em que você deve ser atendido.

Nesse caso, estamos no caminho certo para escolher o advogado de que necessitamos e para nos ajudar a resolver as nossas necessidades. Muitas vezes, alguém que já passou por um divórcio tem uma boa recomendação.

2.   Especialidade do Advogado

Esta parte é de grande importância, pois de acordo com a necessidade que você tiver, um advogado especializado no assunto poderá auxiliá-lo. Por exemplo, se você foi demitido do emprego, precisa de um advogado de direito do trabalho ou se tiver problemas com um vizinho ou inquilino, você precisa de um advogado civil.

3.   Consistência, segurança e cuidado

Na hora de escolher um advogado é importante que ele transmita confiança e consistência. Que quando você ligar para ele, ele virá à consulta para ajudá-lo e ficará atento às suas opiniões.

Tudo isso deve ter um bom advogado. E desta forma você poderá ver se é este o que você precisa para auxiliá-lo em seus procedimentos.

4.   Localização do escritório

Outro ponto importante é que o escritório do advogado que você escolher seja de fácil acesso, para que quando tiver a necessidade de se dirigir a ele não haja nenhum problema. Embora hoje a tecnologia desempenhe um papel importante na comunicação, poder falar pessoalmente com o advogado é a melhor forma.

5.   O preço deve ser profissional ao serviço

Outro ponto a ter em conta em relação à escolha do advogado, é que tem de saber que os honorários profissionais que lhes pago serão sempre proporcionais ao serviço que lhe prestam. Portanto, em nenhum momento ou circunstância, ninguém o ajudará gratuitamente.

Terminamos assim este interessante artigo sobre as 5 dicas para escolher um bom advogado. Caso necessitemos dos seus serviços para a resolução de determinados problemas, é importante que tenhamos em consideração os conselhos que lhe oferecemos para que possa escolher o profissional adequado. Para continuar aprendendo sobre como escolher um bom advogado, deixarei para vocês o seguinte vídeo, onde poderão obter mais informações. Isso pode ajudá-lo na hora de procurar um advogado.

Veja também – Escritório de advocacia: atendimento jurídico a serviço

7 dicas para escolher roupas de trabalho para sua empresa

Um uniforme de trabalho pode ser o fator determinante para o funcionamento ideal de uma empresa. As vantagens da sua utilização são inúmeras, pois não só contribui para reforçar a imagem da empresa como também cria um  maior sentido de união entre os colaboradores. 

Escolher a roupa de trabalho certa pode ser um verdadeiro desafio para as marcas, por isso muitas acabam indo para empresas que se dedicam à venda de  uniformes. Porém, seguindo uma série de dicas que a Sasse uniformes, as marcas poderão escolher o workwear perfeito para cada uma delas.

7 dicas para escolher roupas de trabalho para sua empresa

1. Refletir a imagem da empresa.  

O uniforme de trabalho é a imagem de marca de qualquer marca ou empresa, por isso o melhor é escolher roupas que reflitam a imagem da empresa por meio de cores que estejam de acordo com ela. Por isso, dedicar um tempo para descobrir que tipo de roupa oferece a confiança e segurança desejadas é uma das principais dicas na escolha da roupa de trabalho.

2. Personalize as roupas com o logotipo.  

Uma vez escolhidos os uniformes, é possível customizá-los para incorporar o logotipo ou marca da empresa. Desta forma, a publicidade alcançada será maior porque, graças ao facto de os colaboradores os acompanharem tanto na entrada como na saída do trabalho, poderão atrair a atenção de um maior número de pessoas.

3. Certifique-se de cumprir os regulamentos de segurança.  

Todos os uniformes de trabalho devem seguir as medidas de segurança estabelecidas para que o trabalhador não fique exposto a qualquer risco. No entanto, em alguns setores, como a indústria ou a construção, devem ser utilizados  equipamentos de proteção individual  para garantir a segurança dos trabalhadores em determinadas situações de trabalho. Nestes casos, é importante seguir as recomendações do fabricante para a manutenção ideal do equipamento.

4. Escolha roupas ou tecidos de boa qualidade.  

Uma ótima qualidade das roupas significará uma maior durabilidade destas, traduzindo-se em economia de longo prazo. Além disso, roupas de baixa qualidade tendem a se deformar mais rapidamente, o que dará uma imagem indesejada da empresa em questão. Além do mais, os clientes reconhecerão a qualidade à primeira vista. Para isso, é importante apostar também em tecidos que não acabam encolhendo com o tempo.

5. Adapte o uniforme ao ambiente de trabalho. 

Embora o setor em que a empresa está inserida tenha grande influência no tipo de uniforme escolhido, o local em que o trabalho é realizado será de vital importância. O mesmo vale para o clima, ou seja, se a equipe trabalha ao ar livre ou dentro de casa. De acordo com esses dados, será necessário incorporar certas peças de vestuário que tornem o horário de trabalho mais agradável tanto no verão quanto no inverno.

6. Aposte na funcionalidade.  

As vestimentas destinadas a fazer parte do guarda-roupa de uma empresa devem ser funcionais e confortáveis ​​para que o trabalhador tenha liberdade de movimento em qualquer situação. Para isso, é preciso ter em mente os tamanhos das operárias para que essas vestimentas caibam perfeitamente. Além disso, é conveniente que tenham vários detalhes, como bolsos extras, para deixar o guarda-roupa ainda mais funcional.

7. Fale com os trabalhadores.  

Ouvir a opinião dos trabalhadores é provavelmente uma das melhores dicas para escolher o uniforme correto. No final do dia, serão eles que terão que usar o uniforme no dia a dia e saberão quais são as necessidades exigidas. Por este motivo, é aconselhável pedir a sua opinião sobre o tipo de roupa com que se sentirão mais à vontade, bem como várias ideias sobre como devem ser.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

OS SERVIÇOS MAIS IMPORTANTES DA BARRA DA TIJUCA

A região da Barra da Tijuca tem uma infraestrutura espetacular, uma das melhores da cidade. Por ela ser endereço de centro comerciais, shoppings, mercados, hospitais, escolas, universidades, centros culturais, farmácias, bancos, clínicas veterinárias, clínicas de estética, restaurantes, hotéis, casas de shows, entre outros. Os moradores da região estão bem servidos com todas essas opções.

A região é repleta de shoppings, assim como de centros comerciais. Nos shoppings do Bairro em geral você encontra sala de cinema, praça de alimentação, lojas com a oferta dos mais variados produtos, grandes marcas como: Nike, Apple; entre outras. Na Barra você encontrará diversas opções de shoppings, como por exemplo: Barra Shopping, Américas Shopping, Shopping Downtown, Village Mall, Rio Design Barra, entre outros.

Há muitos centros comerciais pelo bairro, a maioria deles pequenos e integrados a outros shoppings ou condomínios adjacentes. As agências bancárias estão presentes por toda parte na região da Barra da Tijuca, os grandes bancos têm em sua maioria mais de uma agência. Por exemplo: Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Santander, entre outros..

O bairro possui inúmeros supermercados pertencentes a grandes redes nacionais e multinacionais, como por exemplo: Carrefour, Guanabara, Pão de Açúcar, Extra, entre outros. Além disso,os mercadinhos e hortifrutis que são muito presentes por toda Barra. Então, os moradores da região estão bem supridos desses serviços.

As drogarias estão nos shoppings e nas inúmeras vias da Barra. Dessa forma, há muitas possibilidades de escolha. No bairro você encontrará muitas farmácias de grande nome, como por exemplo: Drogaria Raia, Drogaria Pacheco, Drogaria Venâncio, Drogasmil, entre outras.

Na Barra você encontrará as melhores academias de ginástica da cidade. A grande maioria delas possui uma estrutura espetacular, com equipamentos modernos, com ótimos professores, oferecendo as mais diversificadas aulas. Por exemplo, você poderá fazer pilates, yoga, crossfit, artes marciais, entre outras. E nas praias você tem a oportunidade de praticar diversos esportes, como corrida, futevôlei, surfe, entre outros.

A saúde é um destaques da região da Barra da Tijuca, ela está repleta de opções de hospitais, clínicas e laboratórios. No quais, atendem grande parte da população carioca. A maioria dos hospitais da região são de referência, como por exemplo: Barra D’or, Hospital, Hospital Barra Star, Hospital Samaritano Barra, Hospital Vitória, Perinatal Barra, entre outros. 

As clínicas são variadas, tem de estéticas, de saúde, odontológicas, entre outras. Além disso, caso você tenha algum pet também tem muitas opções de clínicas veterinárias. Além também dos inúmeros laboratórios para exames e centros de exames de imagens.

A educação é parte importante do bairro, por ser sede de grandes colégios e universidades. Há muitas opções, do ensino infantil até o ensino superior. O bairro concentra algumas das melhores escolas do Rio de Janeiro. Por exemplo, o Colégio Bahiense Barra, Centro Educacional Marapendi (Cemp), o Colégio Cruzeiro, o Colégio Santo Agostinho, o Colégio Anglo-Americano, a Escola Eleva, entre outros.

Além dos colégios, as grandes universidades estão presentes na Barra. São muitas opções de faculdade, com os cursos mais variados. Por exemplo, a PUC Rio, o Centro Universitário IBMR, a Universidade Veiga de Almeida, o IBMEC, entre outras.

Quem mais se beneficia das tantas vantagens, da espetacular infraestrutura que a Barra da Tijuca tem são os moradores dos inúmeros condomínios residenciais. O privilégio de viver nesta região será benefício dos futuros moradores do Oceana Golf Absolute Design, um dos lançamentos mais aguardados do mercado imobiliário. Localizado na Avenida das Américas estará bem próximo a todas as opções de serviços listados acima.

Enfim, a Barra da Tijuca é uma dos principais bairros da cidade do Rio de Janeiro. Além de ser uma importante região comercial e cultural. É residencial com muitos condomínios, que desfrutam de todas as vantagens dos  que se tem ao longo de toda a região.

Dicas para comprar tecidos online da maneira certa

Atualmente a modalidade de compra online é ideal para adquirir todo o tipo de produtos, desde automóveis ou imóveis, até aos mais quotidianos. A facilidade, conforto e segurança que este hábito proporciona, tornou-o preferido por milhões de usuários em todo o mundo. 

Mas além de destacar as vantagens que esta forma de compra pela internet supõe, queremos destacar a possibilidade de comprar tecidos online de forma correta, pois como acontece com outros produtos, a possibilidade de ter este tipo de produto em nossas mãos Antes de decidir pagar, pode ser uma das limitações que encontramos ao optar por esta modalidade de compra. 

A verdade é que as ferramentas que a internet disponibiliza, através de diferentes plataformas digitais, como as lojas online, permitem que os produtos sejam testados de diferentes formas, e isso gera a confiança necessária para fazer uma compra segura . No entanto, as políticas de devolução ou reembolso são sempre uma alternativa válida, caso não esteja satisfeito com a compra efetuada. 

Quer você seja fã de costura e design de roupas, ou tenha um projeto empresarial ou empreendedor, a parceria com fornecedores desta natureza pode ser um aspecto estratégico para ter a matéria-prima necessária para desenvolver coleções em tempo hábil .  

Quando queremos escolher os tecidos certos, é comum colocarmos muitas perguntas, portanto, a seguir tentaremos resumir isso mencionando todos aqueles aspectos que devem ser levados em consideração.

Aproveite para Comprar tecidos de paete

Fatores a serem levados em consideração para comprar tecidos online

Com este pequeno guia você pode comprar os tecidos que desejar, apenas alguns fatores principais devem ser levados em consideração, tais como: 

  • O que vai ser feito.
  • Quantidade de tecido necessária.
  • O estilo que você deseja para o design. 

A primeira coisa é saber o que se quer fazer ou desenhar, por exemplo, se o que vamos criar é um vestido ou uma calça, o tipo de tecido a escolher será decisivo. Já os tecidos mais demandados por sua qualidade e textura são algodão, lã, linho, seda, organza, entre outros; alguns são mais fáceis de trabalhar do que outros.

Na venda de tecidos online como a loja a que nos referimos anteriormente, têm em consideração as eventuais dúvidas dos utilizadores, pelo que estão sempre atentos para o aconselhar de forma personalizada, antes de comprar qualquer tipo de tecido. 

Tecidos de paete na internet – Compre online agora mesmo.

Por enquanto, não basta revisar as características dos principais tipos de tecidos e quais são as peças que podem ser feitas com um ou outro:

  • Tweed é um tecido escocês criado com base em lã . É forte e volumoso. Geralmente é usado para roupas de inverno, para fazer saias e jaquetas. 
  • O gabardine é um tecido feito de algodão e fios . É forte, durável e um tanto denso. Com esse tipo de tecido são feitos casacos, calças, vestidos e, claro, capas de chuva. 
  • O linho é um tecido natural que vem da planta que leva o mesmo nome. Suas propriedades mais marcantes são a respirabilidade e a durabilidade. É ideal para a confecção de peças de roupa de verão, ou para a roupa de casa, como lençóis e capas. 
  • A flanela é um tecido macio e um tanto acetinado. Todos os tipos de roupas podem ser feitas com esse tecido, como jaquetas, vestidos, ternos, saias e muito mais. 
  • Crepe é um tecido de algodão, seda e poliéster. Sua queda é muito bonita, assim como seu brilho e espessura. Tem uma aparência enrugada e pode ser um pouco difícil de trabalhar. É especialmente usado para criar vestidos de noite elegantes. 
  • Oxford, por sua vez, é um tecido que tem base em algodão e se mistura com poliéster . Sua origem é inglesa e sua criação vem da ideia de confeccionar a famosa camisa de mesmo nome, que se caracteriza por possuir botões no pescoço. Também é muito usado para fazer roupas esportivas, bem como jaquetas, saias e vestidos. 
  • A renda é feita com fios de seda, combinados com linho ou algodão, e é o que gera essa forma trançada. É muito utilizado no setor de roupa íntima, mas também é um dos tecidos preferidos para criar vestidos delicados, blusas, jaquetas, camisas ou vestidos, para adicionar apliques e enfeites a diferentes peças de roupa. 
  • O tule faz parte da classificação dos tecidos sintéticos, mas também é uma mistura de algodão e seda. Pode ser obtido em diferentes espessuras e com aspecto brilhante ou mate. É usada para fazer vestidos esvoaçantes, no melhor estilo das princesas dos contos de fadas, e para criar roupas de dança; especialmente para dança e balé. O que é conhecido como o famoso tutus e também para criar véus de noiva. 


Quem conhece moda e design sabe perfeitamente que a seleção desses detalhes pode fazer a diferença entre uma peça normal e uma espetacular. O melhor de tudo é que é possível encontrar artigos de retrosaria com a melhor qualidadee com preços excelentes, para que possa completar todas as suas peças de forma criativa e marcante.

Você sabe o que é um Arduino e para que serve?

Arduino é uma plataforma eletrônica de “código aberto” cujos princípios são ter software e hardware fáceis de usar. Ou seja, uma forma simples de realizar projetos interativos para qualquer pessoa.

Arduino é uma das placas mais populares do mundo. A versatilidade e a infinidade de possibilidades que oferece o tornam uma das ferramentas de programação mais completas do mercado. Se você não sabe o que é um arduino, você está no lugar certo: a seguir explicaremos o que é um arduino e para que serve.

Confira também – O Melhor kit para arduino para iniciantes – Comece com o Arduino agora mesmo

O que é um arduino?

Baseado na filosofia do software livre, o Arduino é uma plataforma eletrônica de código aberto cujos princípios são ter software e hardware fáceis de usar. Basicamente, o que essa ferramenta permite é a geração de infinitos tipos de microcomputadores de placa única, que podem ter os mais diversos usos de acordo com a necessidade de quem os cria. Ou seja, uma forma simples de realizar projetos interativos para qualquer pessoa.

Então, você pode imaginar para que serve um Arduino? Para se ter uma ideia, com um Arduino você pode criar basicamente o que quiser, desde uma escala, um relógio, até algumas portas controladas por voz, etc. Para que você possa entender como podemos ir de um microcomputador a um sistema complexo como o que acabamos de mencionar, vamos nos aprofundar no que são as placas Arduino e sua história.

kit arduino – Aproveite e compre o seu agora mesmo.

Origem 

Esta plataforma começou em 2005 como um projeto para alunos do Instituto IVREA, em Ivrea (Itália). Naquela época, os alunos usavam o microcontrolador BASIC Stamp, que custava US $ 100, considerado muito caro para eles. Naquela época, um dos fundadores do Arduino, Massimo Banzi, estava ensinando em Ivrea.

O nome do projeto vem do nome do Bar di Re Arduino (Bar do Rei Arduino) onde Massimo Banzi passou algumas horas. O rei Arduino foi rei da Itália entre os anos 1002 e 1014.

O estudante colombiano Hernando Barragán, que desenvolveu a placa eletrônica Wiring, a linguagem de programação e a plataforma de desenvolvimento, contribuiu para a elaboração deste projeto. Concluída essa plataforma, os pesquisadores trabalharam para torná-la mais leve, barata e disponível para a comunidade de software livre (hardware e código aberto). 

O instituto acabou fechando suas portas, então pesquisadores, incluindo o espanhol David Cuartielles, promoveram a ideia. Banzi afirmaria anos depois que o projeto nunca surgiu como uma ideia de negócio, mas sim como uma necessidade de sobreviver diante do fechamento iminente do IVREA Interactive Design Institute. O motivo é que, ao criar um produto de hardware aberto, ninguém poderia apreendê-lo.

Para que serve um Arduino?

O Arduino pode ser usado para desenvolver elementos autônomos ou para se conectar a outros dispositivos ou interagir com outros programas, para interagir com hardware e software. Serve tanto para controlar um elemento, digamos por exemplo um motor que sobe ou desce uma persiana com base na luz que existe graças a um sensor conectado ao Arduino, quanto para transformar a informação de uma fonte, como um teclado, e converter as informações em algo que ele entenda, por exemplo, um computador.

Atualmente, o uso do Arduino pode ser classificado em dois grandes grupos:

1. O Arduino é usado como microcontrolador, quando tem um programa baixado de um computador e funciona de forma independente dele, e controla e alimenta determinados dispositivos e toma decisões de acordo com o programa baixado e interage com o mundo físico graças a sensores e atuadores.
2. O Arduino atua como uma interface entre um computador ou outro dispositivo, que executa uma determinada tarefa, para traduzir essa tarefa no mundo físico em uma ação. E vice-versa, graças aos sensores que estão conectados à placa Arduino, podemos fazer com que o computador execute uma determinada ação.

A Terapia Online Funciona? Saiba Agora

Se você chegou até aqui, é provável que as novas tecnologias e a Internet já façam parte da sua vida. Da mesma forma que se integraram em diferentes áreas do quotidiano: fazer compras, marcar consultas em vários serviços, reservar hotéis ou restaurantes, falar com a família e amigos, também o fizeram no domínio da saúde mental e do bem psicológico -ser através de diferentes modalidades: realidade virtual, realidade aumentada e telepsicologia. 

Focaremos neste último: definido já em 1998 como o uso de tecnologia de telecomunicações para colocar pacientes em contato com profissionais de saúde a fim de facilitar o diagnóstico, tratamento, consultas, pesquisas e outras atividades relacionadas.

Embora seja agora que esta modalidade terapêutica se popularizou, a sua primeira utilização foi na década de 60 para a realização de videoconferência e a criação de programas de intervenção, como o programa ELIZA e a aplicação DOCTOR. Poderíamos dizer que é uma modalidade que vem se consolidando ao longo dos anos, mas a realidade é que a prática psicológica por meio das novas tecnologias é recebida com ambivalência entre os profissionais.

Vários estudos têm sido realizados para conhecer a situação da utilização da terapia online no Brasil, concluindo que em 2017 se registou um aumento significativo da sua aplicação, sendo a videoconferência o meio mais utilizado e o principal motivo a pedido do o próprio cliente, um complemento à terapia presencial nos dias de viagens ou transferências e para atingir um maior número de pessoas. 

Em relação à idade dos profissionais que a utilizam, verifica-se que é mais prevalente em sujeitos jovens, provavelmente devido à familiaridade e normalização que possuem em relação à internet e às novas tecnologias. Também foi visto que as mulheres concordam em maior medida.

A terapia online surge como uma oportunidade de oferecer ajuda àquelas pessoas que por diferentes motivos (distância, linguagem, consequências do problema psicológico …) não podem ir à terapia presencial.

Psícologos online contratar – Contrate o seu psicólogo Online agora mesmo.

Quais são as vantagens e limitações da terapia online?

Como todo processo terapêutico, apresenta uma série de vantagens e limitações que, dependendo de onde for colocado o foco, será uma opção aceita ou não pelos profissionais.

Uma das principais vantagens encontradas é a acessibilidade, uma vez que facilita o atendimento psicológico a diversos grupos que têm dificuldade em frequentar a terapia presencial, como pessoas com diversidade funcional, mobilidade reduzida, centros de saúde saturados ou remotos ou residentes em zonas rurais. Mesmo tendo a oportunidade de ampliar a população-alvo, as tecnologias não são utilizadas por muitas pessoas, que ficariam de fora.

Também se apresenta como uma alternativa de acesso ao atendimento psicológico inicial para pessoas com dificuldades para comparecer a um serviço presencial; por exemplo, no caso de o próprio problema psicológico impedir a ida à terapia. Ao contrário, pessoas que necessitam de intervenção em crise têm grandes dificuldades com essa modalidade terapêutica.

Em termos de custos econômicos, também traz vantagens ao reduzir os gastos com viagens tanto para o terapeuta quanto para o cliente, embora seja verdade que seja necessário um investimento inicial para ter a tecnologia adequada.

Por outro lado, apresenta-se como uma modalidade vantajosa para quem tem dificuldade em manter o contato regular e contínuo, embora falte requisitos claros quanto às normas legais e éticas.

Por fim, permite que a informação do cliente seja rapidamente acessível e haja um intercâmbio desta entre diferentes profissionais, embora devam ser tomados cuidados com a proteção dos dados.

Em suma, são claras as vantagens que superam as limitações que podem ser encontradas, que poderiam ser superadas por meio de pesquisas e divulgação de informações claras e concisas sobre os processos, os protocolos de ação e os cuidados a serem tomados. A modalidade online é considerada uma alternativa às dificuldades que a terapia presencial apresenta: custos mais elevados, longas filas de espera, estigmas relacionados com a ida ao psicólogo, incompatibilidade de horários.

Veja também – O que é Transtorno Bipolar

E o mais importante- A terapia online realmente funciona?

Nos vários estudos realizados, verificou-se que a terapia online tem benefícios em sintomas depressivos, fadiga, transtornos de ansiedade, transtornos alimentares, sintomas em cuidadores de doenças crônicas, transtorno obsessivo compulsivo, transtornos de estresse pós-traumático, insônia ou problemas de jetlag , vícios e problemas de psicologia da saúde.

É verdade que a terapia online requer dos participantes maior motivação e crenças no modelo terapêutico; portanto, para que a terapia online seja realizada com maior nível de adesão terapêutica, a motivação intrínseca deve ser trabalhada.

Desde 2003, diferentes programas de intervenção têm sido propostos utilizando a internet como meio de comunicação, entre os quais se destacam: interterapia , internet me ajuda , programa ODIN , batendo o blues , bluepages , moodGYM , Sahar , talk to me e sem medo.

Por fim, acrescente uma avaliação pessoal com base nas conclusões da literatura científica consultada e na própria experiência pessoal após mais de seis meses de uso desta modalidade. Embora seja verdade que resultados efetivos do uso de tecnologia em intervenções psicológicas em diferentes problemas e transtornos têm sido obtidos no campo da pesquisa, é imprescindível que o profissional crie uma forma de trabalhar que supere as limitações, por um lado. , espaciais e quase temporárias que podem surgir numa videoconferência (cortes de comunicação, ligação de locais seguros, atraso de som, congelamento de imagem …) e, por outro lado, aquelas em que intervêm a comunicação não verbal e a expressão emocional (tom de voz, incongruência de posição corporal e palavras, aparecimento de momentos difíceis …). A pesquisa nos deu luz verde para o uso dessa modalidade no campo aplicado. É este último o responsável pelo funcionamento da terapia online.

Dicas para escolher roupas esportivas

Um corpo saudável é uma questão que preocupa homens e mulheres. Mas o conforto que experimentam durante o exercício também é importante. Por isso trazemos essas dicas para você escolher a roupa esportiva certa , qualquer que seja a disciplina que você pratica.

As roupas esportivas de algodão ou poliéster são melhores?

Esta é uma pergunta que muitos certamente se fizeram. Às vezes pensamos que o algodão é a melhor escolha nas roupas, por ser um material orgânico, macio e absorvente. Porém, nem sempre é aconselhável usá-lo. Um exemplo disso está nos esportes.

Para realizar qualquer atividade física é importante que a roupa permita que o corpo transpire. Embora existam disciplinas que nos fazem suar mais do que outras, sempre será uma boa decisão escolher roupas esportivas sintéticas . As vestimentas de algodão, apesar de sua qualidade, impedem o corpo de expelir as toxinas de maneira adequada, ficam encharcadas de suor e acabam ficando pesadas.

As roupas esportivas precisam ser leves, ajudando a dissipar a umidade e mantê-lo seco. A roupa certa para corrida , crossfit, entre outros esportes de alta intensidade, deve ser de poliéster e náilon. Estes são os tecidos mais recomendados para o exercício.

Uma ótima roupa para você pode ser a camisa do barcelona, feita com um material de qualidade e para todos os amantes de roupas esportivas.

Sportswear feminino: entre moderno e confortável

As mulheres são as que tendem a se preocupar mais com sua aparência com o que vestem. Eles procuram vestimentas modernas que se adaptem ao seu corpo e lhes permitam se exercitar confortavelmente na disciplina que praticam.

Calças esportivas

Entre as calças esportivas estão a jogger, a bermuda sintética, a clássica calça de moletom e leggings de algodão. Dependendo da disciplina que você fizer, será o tipo de calça esporte que você escolherá.

O corredor é ideal para exercícios de baixo impacto, como Pilates e ioga. Os shorts são recomendados para uso nos dias de verão em esportes ao ar livre e, claro, são os mais adequados para a corrida. Calças esportivas são adequadas para movimentos suaves e constantes. Enquanto as meias você tem que saber escolher.

As collants clássicas são indicadas para qualquer actividade porque facilitam a mobilidade e são muito confortáveis. Capri é perfeito para andar de bicicleta e correr. Há também as meias curtas que são recomendadas para os dias mais quentes e esportes intensos, como o sprint.

Como escolher o sutiã para esporte?

A peça que mais preocupa as mulheres é o sutiã. Muitas usam o tamanho errado, ou um modelo inadequado para o tipo de mama. As mulheres têm muitas dúvidas na hora de comprar esta peça. Explicamos como escolher o sutiã para esporte .

O principal para qualquer tipo de sutiã é que seja do seu tamanho. Para verificar se este é o caso, recomendamos que você experimente antes de comprar. Entre no camarim da loja e lá:

  • Você se move sem obstáculos.
  • Seus seios permanecem fixos.
  • Você pode deslizar facilmente alguns dedos sob a fita que envolve as xícaras e as costas.
  • Você respira bem.
  • O tecido não torce por dentro nem por fora.

Dependendo do tamanho dos seios, será o tipo de sutiã que você usará para se exercitar. As compressões, tipo top, são aquelas que vão para os seios pequenos. Aqueles que usam os copos A e B no seu dia a dia.

Por outro lado, se você for grande (C e D), o sutiã não deve comprimir seus seios, mas também não deve permitir que se movam livremente. Nesse caso, os mais recomendados são aqueles que mantêm os seios no lugar separadamente.

Roupas esportivas masculinas, o conforto é o principal

A primeira coisa que você deve determinar é a disciplina na qual você se exercitará, para que possa escolher a roupa esportiva adequada. Você não escolhe tênis de corrida masculino se o que você vai praticar é futebol de campo. Da mesma forma acontece com as roupas.

No esporte, o que prevalece é o conforto. Sentir-se confortável é o que mais importa para os homens. Isso não significa que você irá à academia com uma camiseta três tamanhos a mais que a sua. Além disso, não use roupas muito justas que marcam áreas de seu corpo.

Escolha roupas confortáveis ​​e de qualidade

Siga estas dicas para que conforto, vanguarda e o que melhor lhe convier acompanhem ao seu local de treino.

  1. Se praticar exercícios físicos é algo totalmente novo para você, recomendamos o uso de camisetas largas ou de flanela. Nas lojas de esportes você encontra roupas do seu tamanho, cujo modelo não se ajusta ao corpo. Isso será muito favorável se você quiser esconder a gordura localizada.
  2. O design, a qualidade, a anatomia, a durabilidade e os tecidos antibacterianos são as características que devem prevalecer nas roupas. Encontrar essas características em um só lugar não será difícil, pois as marcas de roupas esportivas estão constantemente trabalhando para melhorar as roupas para atividades físicas.
  3. A moda avança como a tecnologia. Assim, será muito fácil encontrar roupas com tecidos tecnológicos que favoreçam a transpiração enquanto mantêm você seco. Poliéster, elastano, nylon; bambu e lã também são os tecidos mais recomendados.
  4. Vista-se de acordo com o esporte que você pratica. Roupas justas para spinning e ciclismo, roupas largas para aeróbica.
  5. A vestimenta, por sua vez, deve estar de acordo com a época do ano em que você se exercita.
  6. Escolha roupas cujo preço seja compatível com a qualidade.
  7. Não empreste roupas esportivas. Essas vestimentas são tão pessoais quanto roupas íntimas.

Dicas para escolher roupas esportivas de inverno

A estratificação é a solução para o corpo reter seu calor normal em dias frios. Desta forma, você removerá ou guardará as roupas que está vestindo, pois a temperatura corporal sobe ou desce durante o exercício .

Como seguir esta recomendação? Primeiro, coloque uma muda de roupa térmica que o protege do frio e libera a umidade do corpo. Coloque uma leve camada de outras roupas por cima. E, por fim, cubra-se com uma roupa esportiva à prova d’água que o proteja da chuva.

Tecidos sintéticos como Supplex ou Coolmax são indicados para baixas temperaturas, pois ajudam a conservar o calor corporal. Use uma jaqueta impermeável e um casaco impermeável durante este período.

Outra recomendação para se proteger do frio é cobrir as partes do corpo que são sensíveis às baixas temperaturas, como mãos, orelhas e pés. Use luvas, protetores auriculares e lenços tubulares, se necessário.

É importante notar também que o casaco que vai usar tem fecho na frente e bolsos. Desta forma, você pode abri-lo ou removê-lo conforme a temperatura sobe e você pode guardar acessórios esportivos nele.

Fique frio no verão

Já falamos sobre os tecidos que mantêm a pele seca e contribuem para a transpiração do seu corpo, no verão esta recomendação é imprescindível. Siga estas recomendações para se proteger da cabeça aos pés dos efeitos do sol.

  • Tênis leves para que seus pés respirem livremente.
  • Evite o contato direto com calçados. Use meias que mantenham os pés secos, evitando o aparecimento de fungos e outras lesões.
  • Use roupas técnicas, ou seja, feitas de fibra sintética.
  • Proteja sua cabeça com um moletom, boné, cachecol ou chapéu, dependendo do estilo esportivo .
  • Use também óculos esportivos que protegem sua visão dos raios ultravioleta, eles também têm uma melhor aderência e não escorregam.
  • Aplique protetor solar e beba água suficiente para se manter hidratado.

Qualidade, durabilidade e conforto são as melhores dicas na escolha do sportswear que lhe oferecemos. E você, como se veste quando faz exercício?

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.