Sete passos a seguir antes de comprar uma casa

Sete passos a seguir antes de comprar uma casa

Você já se decidiu, tem algumas economias, fez números e vai entrar numa das aventuras mais importantes da sua vida: comprar uma casa. Mas ao começar você percebe que não é tão simples quanto você imaginou.

Para ajudá-lo nesse processo, sugerimos que siga estas sete etapas.

Indicamos também que você entre em contato com um advogado imobiliario para te auxiliar na aquisição do seu imóvel.

Sete passos a seguir antes de comprar uma casa

1. Seja claro sobre o que você deseja. 

Parece óbvio, mas não é. Antes de embarcar em um projeto como este, você deve refletir sobre quais são suas necessidades, presentes e a médio prazo, e também sua real capacidade de satisfazê-las. Suas possibilidades dependerão das opções que encontrar e do orçamento de que dispõe.

2. Contar com o apoio de profissionais para encontrar a casa que deseja. 

É difícil cobrir todas as possibilidades que o mercado oferece. Quanto mais você limita sua pesquisa, menor é a probabilidade de encontrar a melhor casa. Possui profissionais do setor imobiliário para ter maior segurança quanto às características dos imóveis e acessar uma oferta mais ampla.

3. Uma vez escolhido, descubra qual é a situação da moradia. 

Devemos saber muito bem o que estamos comprando: se tem ónus financeiros, problemas de propriedade ou defeitos. Por isso recomendamos que se dirija ao Cartório de Imóveis, ao Cadastro ou mesmo à Câmara Municipal para conhecer a sua situação. É fundamental que você obtenha todas as informações sobre as condições, a gestão envolvida e as obrigações e despesas em que incorrerá.

4. Informe-se sobre todos os procedimentos que você terá que fazer e as despesas que você terá que enfrentar. 

A complexidade dos procedimentos administrativos e as despesas a pagar dependerão do tipo de moradia que comprarmos. Não é a mesma coisa comprar uma casa usada como uma nova. Em qualquer uma delas deverá informar-se bem para ter clareza sobre os passos a seguir e os pagamentos que terá de efetuar.

5. Conheça o seu verdadeiro valor. 

Antes de definir o preço, devemos verificar se o que vamos concordar não está acima do mercado. Lembre-se de que, ao solicitar uma hipoteca, eles a concederão com base no seu valor real e não no acordado. Imaginemos que aceite pagar 120.000 euros por um apartamento e posteriormente uma avaliação profissional determine que o seu valor é de 100.000 euros. Se, por exemplo, o banco lhe conceder uma hipoteca sobre 80% do seu valor, pode contar com 80.000 euros.

6. Estude que tipo de hipoteca lhe interessa. 

Hoje você pode escolher entre hipotecas de taxa fixa, variável ou mistaNo primeiro caso, pagaremos sempre a mesma taxa. No segundo, vai depender da evolução do indicador. Nas hipotecas mistas, os primeiros anos são com taxa fixa e o resto, com taxa variável.

7. Escolha o seguro residencial que melhor se adapta às suas necessidades

É importante saber a diferença entre seguro multirriscos e seguro residencial mínimo. O primeiro geralmente é recomendado para residências com joias, antiguidades, móveis de alto valor ou obras de arte. O segundo é muito mais básico, mas cobre incêndios, encravamentos de canos, roubos e roubos. Uma vez que ambos são analisados, o importante é escolher o que realmente precisamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *